5 destinos imperdíveis na Europa para amantes de cerveja

Pesquisar notícias e dicas

quarta, 23 de janeiro de 2019

5 destinos imperdíveis na Europa para amantes de cerveja

Amantes de cerveja, preparem-se: fizemos um roteiro com 5 dos melhores destinos cervejeiros da Europa. Confiram!

Produzida a milhares de anos, provavelmente desde 6000 a.C, a cerveja é uma bebida que congrega pessoas e está presente em inúmeras manifestações culturais ao redor do mundo. O sucesso da bebida chega a ser tamanho que ela chega, inclusive, a ser atração turística em alguns países, criando um fenômeno que está crescendo cada vez mais: o turismo cervejeiro.

E se você adora uma cerveja gelada e tem interesse em conhecer um pouco mais sobre essa cultura, confira alguns destinos que todo cervejeiro precisa visitar:

República Tcheca

Quando se trata de consumo individual de cerveja, os tchecos estão no topo da lista mundial. Estima-se que 143 litros são consumidos anualmente por habitante, o que faz da cerveja um orgulho nacional. É por isso mesmo que o país oferece uma experiência e tanto para os cervejeiros. Na cidade de Plzen, por exemplo, foi criado a pilsen, que até hoje é o tipo de cerveja mais consumido do mundo e favorito entre muitos brasileiros. A cidade está localizada a menos de 100 quilômetros de Praga e lá é possível visitar as fábricas da Plzensky Prazdroj e também da Pilsner Urquell, cervejarias que estão na ativa desde 1842. E por acaso você já pensou em tomar um banho de cerveja? Essa ideia pode parecer meio estranha, mas sim, isso é possível e até comum em Praga. A cidade conta com diversos Spas especializados em oferecer aos clientes banhos preparados com os ingredientes da bebida, incluindo cevada e leveduras. A sessão dura em média 60 minutos, enquanto você é livre para beber o quanto quiser da cerveja que sai diretamente de uma torneira localizada ao lado da sua banheira. Uma maravilha, não?

Bélgica

Não é só na fabricação de chocolates que a Bélgica se destaca, o país também é sede de algumas das mais tradicionais cervejarias do mundo. Entre os destaques estão os mosteiros que fazem as renomadas cervejas trapistas. Por lá também é possível degustar uma infinidade de sabores da bebida, como cervejas com frutas, especiarias, entre muitas outras. A degustação da bebida é levada tão a sério no país tanto que cada cerveja é servida no seu devido copo. Assim, a experiência sensorial é a melhor possível. Quem estiver de passagem pela capital Bruxelas deve incluir no roteiro de viagem uma visita ao Delirium Café, que conta com mais de 2 mil rótulos da bebida. Um verdadeiro paraíso!

Alemanha

A Alemanha é outro país cuja cultura é fortemente influenciada pela cerveja, sendo também um dos maiores consumidores mundiais da bebida. Quem nunca ouviu a fama da cerveja alemã? Há mais de 1,3 mil cervejarias no país e a maioria delas ainda segue a risca um decreto do duque Guilherme IV da Baviera, em 1516, que é chamada de lei da pureza da cerveja. A regra visava na época proteger os consumidores de produtos feitos com ingredientes tóxicos e até hoje é um dos orgulhos da indústria cervejeira alemã, que alega produzir a bebida mais pura do mundo.

O país também é sede da Oktoberfest, icônica festa realizada anualmente em Munique desde 1810 e que também pode servir como ponto de partida para quem planeja visitar a rota da cerveja na região da Baviera. A cerca de 170 quilômetros de Munique, por exemplo, está Nuremberg, cidade que até hoje preserva uma rede de túneis subterrâneos que eram usados por cervejarias como adegas e que também serviram de abrigo durante a Segunda Guerra Mundial.

Outro paraíso dos fãs da bebida é Bamberg, cidade localizada a 62 quilômetros de Nuremberg. Sede de inúmeras cervejarias, por lá é possível desfrutar uma grande variedade de sabores, incluindo a cerveja defumada.

 

Irlanda

A Irlanda é terra da Guinness, cervejaria fundada em 1759 e que atrai milhares de turistas a Dublin para degustar a encorpada cerveja preta diretamente da fonte. Quem visitar a fábrica da cerveja, por exemplo, tem a chance de vivenciar um pouco da história da bebida além de poder degustar uma pint no Gravity Bar, localizado no topo da fábrica e com visão panorâmica da cidade.

Mas é claro que a Irlanda não se resume apenas a Guinness, já que também há outras importantes cervejarias no país, como a Murphy’s, O’Haras, Smithwicks, além de diversas marcas de cervejas artesanais que estão conquistando o gosto do público irlandês. Outro ponto alto do país são os pubs, só em Dublin eles são mais de 700, sendo uma excelente opção de entretenimento, além de oferecer a chance de ouvir ótima música ao vivo enquanto você degusta a sua cerveja. A única desvantagem é que consumir bebida alcoólica ao ar livre é proibido na Irlanda, portanto, nada de cerveja pelos parques ou vias públicas das cidades.